quarta-feira, 24 de junho de 2015

Resenha: Invencível, de Robert Kirkman!

Sinopse: "Mark é um garoto que teria tudo para ser apenas mais um, se não fosse o fato der ser o filho do maior super herói da terra! E quando, aos 17 anos ele passa a desenvolver seus poderes, se  tendo que conciliar sua vida de herói com sua vida escolar e seu trabalho em uma lanchonete aos finais de semana, enquanto descobre seus poderes e luta contra o crime com sua primeira equipe!"




E é assim com uma temática simples e bem humorada que começa INVENCÍVEL! de Robert Kirkman, mesmo criador de The walking Dead!

Arte

A arte de Invencível é... simples, assim como a hq, Simples mas competente, com cores vibrantes e rostos cômicos, e alguns designes me agradaram mais que outros, como a personagem Atômica, que apesar de ser a garota ruiva, ficou linda. Bom sobre a arte não tem muito o que falar, só que é bonita e competente.

Minha opinião

Invencível vai completamente na contra mão de The walking Dead e sua tematica seria e centrada, com uma temática de humor que mostra os heróis de um ponto de vista muito humano (usando o banheiro, procurando um local para colocar o uniforme, trabalhando, etc.), a hq cativa por sua simplicidade, tanto em sua historia quanto em diálogos, tais como:

- Hoje comecei a desenvolver meus super poderes!
- Legal filho, me passa as batatas?

A historia flui rápida e constante, as informações são passadas como como se fossem atiradas em você (isso neste caso funciona bem) goste ou não, e mostra em todo seu bom humor com super heróis que também são humanos, com uma família que se preocupa, amigos, problemas escolares, pessoais e no trabalho.

Invencível é simples, com heróis super poderosos porém simples, sem uma grande trama nem explicações exageradamente complicas, como é típico de Kirkman, de onde e como surgem os poderes, os heróis só são oque são,  é como se dissesse “leia e aprecienão questione demais“, provando que nem sempre uma historia precisa de um grande plano de fundo e coisas mirabolantes, a simplicidade funciona, e funciona bem.

Mais uma vez Kirkman provou ser “invencível“ ao escrever hqs, e provavelmente veremos Invencível nas telonas em breve, pois a história  teve seus direitos vendidos a uma produtora de cinema!

Espero que tenham gostado!

Abraço!


Escrito por: Taiki
Revisado por: Moka

2 comentários:

  1. Curto esta série, pena que saiu muito irregular por aqui :p Esta série, assim como Saga, tinham que sair pela Panini naquele formato capa cartonada com um preço mais camarada e indo até o fim, isso sim ia ser massa :D Abs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo! Fora que estas edisoes da hqm são imposiveis de encontrar com um preço bom

      Excluir