segunda-feira, 3 de agosto de 2015

Resenha: Zumbis Marvel (Graphic Novel da Salvat)

Sinopse: "Em uma versão alternativa da Terra, todos os heróis foram transformados em monstros desmortos devoradores de carne humana. Como não sobraram muitos humanos no planeta, os zumbis precisam encontrar uma nova fonte de alimento. Por sorte, a chegada do Surfista Prateado oferecerá a oportunidade que eles tanto almejavam!"



 Arte

 A HQ conta com a arte de Sean Phillips, um britânico que costuma fazer trabalhos mais adultos, é muito requisitado como capista e já fez alguns quadrinhos para a DC pelo selo Vertigo, sendo o mais extenso 33 edições de Hellblazer.
 Eu gostei da arte! Não tem muito o que dizer, gosto dessas artes mais diferentes, que são simples porém passam aquilo que devem passar. O ambiente da HQ é bem escuro, e acho que se fosse de outro jeito acabaríamos passando mal com algumas das cenas!Os personagens ainda humanos são diferentes dos zumbis, tendo as feições mais definidas que  eles, e teve uma coisa que não me desagradou, mas chamou bastante a minha atenção e até achei estranho no começo foi que os dentes dos personagens zumbis estão sempre a mostra, mas depois de pensar um pouco percebi que durante o frenesi de devorar as pessoas, ou até mesmo no auge da fome, eles comeriam os próprios lábios, afinal, muitas vezes o que nos impede de nos machucar é a dor que sentimos, e eles não sentem dor! Pensando assim, me surpreende que ainda tenham língua...
E é esse tipo de cuidado que me faz gostar ainda mais dessa arte!


 Minha opinião

Zumbis Marvel é uma história boa, cheia de humor negro e cenas grotescas, e nos mostram que até aqueles personagens mais 'certinhos' se deixam levar pela fome e desejo da carne humana, mas se arrependem depois, como o Homem Aranha que se arrepende de ter devorado Tia May e Mary Jane, mas claro, só depois de uma bela refeição!

 O conceito de zumbis inteligentes e super poderosos era o tipo de coisa ainda inexplorada, pelo menos eu nunca tinha visto até pegar essa HQ, e por isso é interessante! Por mais que tenhamos centenas de histórias de zumbis e que a Marvel tenha pego uma carona no sucesso do gênero, ela fez isso usando um conceito completamente diferente, por que quando pensamos em uma história de zumbis, pensamos em um grupo de pessoas tentando sobreviver no meio de um apocalipse, com dificuldades para conseguir comida, fugindo e lutando contra os zumbis e outros humanos que tentam se aproveitar da situação, em um clima dramático e tenso, mas em Zumbis Marvel não! Aqui nós temos um bando de zumbis inteligentes, que andam em grupo buscando comida para diminuir sua fome, procurando humanos que podem ter fugido, e lutando contra outros zumbis que tentam pegar a mesma presa, com um clima cheio de humor negro e gore! Por isso adorei Zumbis Marvel, por trazer algo diferente dentro de um gênero cheio de clichês!

 Outra coisa que adoro é a qualidade das Graphic Novels da Salvat, que são espetaculares, com a capa dura, o papel couché, o fato de termos a explicação dos acontecimentos que levaram aos acontecimentos da HQ e o banho de informação extra que recebemos no final dela são maravilhosos! Praticamente toda a informação que tenho sobre o autor e o artista encontrei nas ultimas páginas, e outro ponto forte dessas Graphic Novels é que são histórias fechadas, então você não se obriga a comprar várias para saber como aquilo termina! Claro, se quiser completar aquela imagem maneira que formam as lombadas precisa comprar todas as 60 edições! Infelizmente a gente não acompanhou, mas vamos comprando pouco a pouco conforme dá, o que é bom também.

Lombada da coleção completa!
 As HQs estão custando R$ 34,90, mas é aquela mesma história da Graphic Novel de Game of Thrones, que se acha mais barato e em bom estado no sebo! Pagamos uns R$ 25,00 nessa que resenhei agora, e tinham mais umas 5 ou 6 lá na mesma faixa de preço em perfeito estado.

Então é isso pessoal, espero que tenham gostado!

Não esqueçam de conferir nosso canal e participar do sorteio do Vol. 1 de Aoharaido!

Até mais!

Nenhum comentário:

Postar um comentário